Constelação Sistêmica é Espiritismo?

Esta é uma das maiores dúvidas e pergunta que recebo sobre as Constelações Sistêmicas, desenvolvida pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger.

Nesses anos que tenho de estudo e como facilitadora essa questão sempre é levantada.

Mas logo de início que esse é um dos maiores mitos que pairam em torno das constelações, pois não se trata de religião e muito menos de uma sessão espírita.

Trabalho para que sempre sejam vistas quanta ciência está sendo utilizado nessa terapia.



A Constelação é um processo baseado em estudo cientifico, sendo eles:

  • Fenomenologia

  • Filosofia

  • PNL

  • Gestalt

  • Psicanálise

  • Campos Morfogenéticos

  • Biologia

  • Psicodrama

Constelação Familiar é um método terapêutico, que não se trata de adivinhação, o que é colocado no campo não parte de uma ideia ou sugestão do terapeuta, nem do cliente. O facilitador é o guia numa constelação, mas o que surge não parte, de forma alguma, do profissional. A informação que aparece é o que é acessado pelos representantes do campo familiar do cliente que traz o tema da constelação.


O fato de falar sobre os antepassados e a influência que eles exercem sobre nós, mesmo depois de mortos, faz com que pessoas muitas pessoas tenham dúvidas e não entendam como funciona, acreditando ser ligado ao espiritismo. 

Para esclarecer o que são antepassados:

São todas as pessoas que viveram e tiveram parte no nosso sistema familiar. Nossos pais são nossos antepassados, assim como nossos avós, bisavós e assim por diante.


A Constelação não é mágica ou sobrenatural, ela trabalha com a ciência dos fenômenos e com informações bem concretas.

O cliente chega com uma questão concreto que gostaria de olhar, como, por exemplo: um problema de relacionamento com o pai, ou dificuldade em prosseguir em sua vida profissional.

Em poucas palavras, e de forma bem direta, ele coloca o assunto para qual gostaria de olhar, caso tenha alguma dificuldade o facilitador poderá auxiliá-lo nesse processo.

A representação da questão que será trabalhada pode acontecer através de bonecos ou em grupo onde os representantes serão as pessoas.

No caso de atendimento em grupo, ao colocar os representantes no campo, o terapeuta e o cliente observam os movimentos que se originam do sistema familiar do cliente, chegando a uma nova imagem e informação da dinâmica que atua, o mesmo será feito com a representação em bonecos.

Bert explica que nossa alma clama por três necessidades no qual todos temos sendo eles:

  • Pertencimento,

  • Ordem

  • Equilíbrio

Com a constelação você consegue ver além do aparente levando a vida com mais leveza,  mostra uma possibilidade que de outra forma não perceberíamos, mostra o problema por outro ângulo, sentimentos não processados do nosso sistema, voltamos para nosso lugar, percebemos o que é nosso e o que não é e por fim a constelação fornece uma grande força para que possamos seguir no caminho da cura e da volta ao nosso lugar de pertencimento dentro da família.


Vale a pena participar e conhecer essa técnica, mas vale um alerta, a constelação familiar para ser realizada tem que ser feita com profissionais que tenham curso e estejam habilitados para conduzir o processo.


No caso sou formada há mais de 4 anos, 3 especializações na área, com centenas de atendimentos, sendo eles em grupo, individual, presencial e online, além de cursos e oficinas de atividades sistêmicas que ofereço.


Quer saber mais para atendimentos, clique aqui.


Inscreva-se no canal do YouTube e assista aos vídeos para ter maiores esclarecimentos.

© 2020 Direitos Resarvados a Eduara Minari